Durante essa última semana de 2015 os redatores Nerdista vão listar quais foram as nerdices – filmes, séries, animes, games, livros etc – que marcaram o ano de cada um deles. Não se esqueça de checar todas as listas, afinal de contas, você pode encontrar coisas muitos legais que passaram batido em seu radar.

Assine nossa lista de e-mails para ter novidades nerds de alta qualidade, imediatamente, assim que forem postadas

Dito isso, vamos à compilação de coisas que tornaram esse ano um pouco mais épico para mim.

Game: Her Story

Em 1994 um homem chamado Simon Smith desaparece e sua esposa Hannah é chamada pela polícia para ser interrogada. o objetivo do jogador é descobrir o que aconteceu com o cara. Assim como investigar se Hannah é ou não culpada pelo sumiço dele.

Toda a evidência que se tem a disposição são as gravações dos vários depoimentos que Hannah deu à polícia em 1994 . E quando eu digo gravações, estou falando de trechos de vídeos em live action, protagonizados pela atriz Viva Seifert no papel de Hannah Smith.

Digite uma palavra no campo de pesquisa do banco de dados da polícia e comece a vasculhar dentre mais de 200 trechos de vídeos onde Hannah fala sobre sua infância, os primeiros anos de casamento com Simon e demais momentos da sua vida. Compare as declarações dadas por Hannah para descobrir contradições em sua história e monte seu caso. Impossível não ficar surpreso com o final.

Vencedor do The Game Awards 2015 nas categorias Melhor Narrativa e Melhor Performance, Her Story é um jogo indie criado e desenvolvido por Sam Barlow, diretor de Silent Hill: Origins e Silent Hill: Shattered Memories.

O game está disponível para as plataformas iOS, PC e Mac.

Animação: Divertida Mente

Assistir a Divertida Mente é testemunhar a Pixar fazendo o que ela faz de melhor: apresentar um história que te faça rir e chorar, e ficar na sua cabeça por um tempão depois de sair do cinema. E se dentro de nossos cérebros tudo fosse controlado por aqueles pequenos seres que personificam os sentimentos primários como alegria, medo, raiva, tristeza e nojinho?

Pete Docter, diretor e roteirista de Divertida Mente,  fez o dever de casa no campo de psicologia e criou um sistema simples para sugerir explicações sobre as várias particularidades da psique humana. Como o porquê daquela música chata grudar na nossa mente igual chiclete, como acabamos esquecendo completamente de algo ou alguém, o que nos faz manter ou abandonar valores e como tudo isso nos molda conforme crescemos.

Se por algum acaso você ainda não assistiu a essa obra-prima, não perca tempo e assista. Você está se privando de uma das melhores experiências audiovisuais do ano!

Série: Mr. Robot

Ele chegou no meio do ano, sem grandes anúncios e tomou a comunidade de assalto. Mr Robot já é aclamado como um verdadeiro clássico, uma série de alto calibre, como Breaking Bad e House of Cards, graças ao seu acabamento e produção dignas de cinema.

Criada por Sam Esmail, a série conta a história de Elliot, um jovem programador que sofre de ansiedade social. Nas horas vagas, Elliot atua como um “hacker do bem”, desmascarando donos de sites de pedofilia e maridos infiéis. Sua vida muda quando ele é convidado por um tal “Mr. Robot” a participar de um grupo anárquico que planeja derrubar mega corporações.

Com uma pegada meio Clube da Luta, Mr Robot é uma ótima opção para aqueles que valorizam uma série com fotografia bem trabalhada e uma trilha sonora marcante. A primeira temporada tem 10 episódios e a segunda temporada já está a caminho. Yay!

Anime: Kekkai Sensen

news_TeAzmGYyWYy4KtJ
Kekkai Sensen: A dinâmica entre personagens é um dos pontos fortes do anime.

Baseado no mangá de Yasuhiro Nightow (Trigun), Kekkai Sensen se mostrou um ótimo exemplo de série estreante em meio a várias produções que se tratavam de continuações, como Durarara X2 e Owarimonogatari.

Eis o plano de fundo dessa série que é um deleite para os olhos: Há 3 anos um portal para o “Outro Mundo” se abriu na cidade de Nova York liberando toda uma polução de criaturas sobrenaturais como demônios e demais tipos de monstros. A região agora se chama Hellsalem’s Lot, um território onde humanos e monstros tentam habitar pacificamente.  Libra é o nome do grupo terrorista que cuida do equilíbrio entre as duas sociedades. O protagonista, Leonard Watch, é um jovem fotógrafo que se junta a esse time depois que obtém o Olho Que Tudo Vê.

Não é a sinopse que vai te conquistar, garanto. O charme de Kekkai Sensen está na química entre os personagens, nas seleções de músicas, que varia entre jazz, blues e rock, nas maravilhosas animações das lutas que, durante todos os 12 episódios da primeira temporada, não perde qualidade em hora alguma, algo difícil de se ver hoje em dia.

Dê uma olhada nessa AMV marota e tire suas próprias conclusões.

Filme: O segundo trailer red band de Deadpool

Esse eu considerei o meu presente de Natal, acho que não sou o único. Divulgado em pleno dia 25 de dezembro, o segundo trailer de Deadpool chegou só pra acabar de vez com o recalque da oposição, que teima em não considerar esse filme como a obra-prima máxima do cinema moderno.

Quebra da quarta parede, Colossus tomando um pau (pra variar, né?) e piadas relacionadas a esperma, tudo isso é comprimido em um vídeo de um pouco mais de 3 minutos que nos deixa apenas com mais vontade que esse ano acabe logo e que o dia 12 de fevereiro chegue de uma vez!

E é isso galera. Esses foram os meus destaques nerds de 2015. Curtiu algo do que foi falado aqui? Deixe seu comentário!

Nos vemos ano que vem!

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here