E aí, galera! Tô de volta aqui no site do Nerdista, dessa vez para falar sobre algo que eu gosto muito (Cumpadi Washington mode on), os filmes dos anos 80 que mais me marcaram. Simbora!
 nada
5. OS GOONIES (1985)
Como não gostar de um filme onde uma turma de crianças, cada uma mais caricata que a outra, se junta para salvar suas casas de uma imobiliária e, no meio do caminho, se veem numa aventura onde se mistura mafiosos italianos e o espírito de um pirata morto há séculos? Goonies representa a vibe aventureira de quem foi criança nas décadas de 80 e 90 e, por isso, sem dúvidas tem lugar cativo nessa lista. É daquele tipo de comédia que só poderia ter sido feito mesmo naquela época, porque tem certos tipos de piadas que você para, pensa e sabe que nunca mais as verá num filme infantil.
Te Pego La Fora
4. TE PEGO LÁ FORA (1987)
Eu tomei gosto por esse filme logo de cara. Quando mais novo, sofri muito com zoações no colégio, mas esse filme foi uma inspiração pra mim, mostrando que, mesmo com medo, dava pra enfrentar o perigo de frente e conquistar algum respeito no colégio. A história dele é bem simples, um cara se vê numa enrascada com um valentão que o deixa avisado de que na saída da aula vai quebrá-lo na porrada. Depois de tentar resolver a situação de todas as maneiras possíveis e impossíveis, o jovem CDF e fracote resolve enfrentar seu algoz, seja lá o que tiver de acontecer. E foi essa a lição que tirei disso tudo, por isso tenho esse DVD na minha coleção e é um dos que assisto sempre que posso, pois é muito divertido.
Curtindo a Vida Adoidado
3. CURTINDO A VIDA ADOIDADO (1986)
Sem dúvidas, Ferris Bueller é um dos personagens mais carismáticos que o cinema nos proporcionou. O cara era daqueles famosos na escola, mas não só entre o grupinho dos populares, ele era conhecido e adorado de verdade, desde o faxineiro, passando pelos nerds de plantão, até chegar nos esportistas da instituição. Em seu último ano de colégio e cansado de toda aquela rotina, ele resolve que vai matar o tal dia de aula para curtir “como se deve”. Como sozinho nada é tão legal, ele dá um jeito de levar junto sua bela namorada e seu melhor amigo, um verdadeiro hipocondríaco. Os três partem pela cidade, que se torna pequena perto das aventuras que passam. O porquê de ter me marcado foi o fato de que o Ferris era um cara que transitava entre as mais diversas esferas sociais dentro de seu ambiente escolar, característica que eu também tinha quando estudante.
 Clube dos Cinco
2. CLUBE DOS CINCO (1985)
Esse filme figura dentre meu TOP 10 de filmes da vida. Amo demais! Aquela coisa de ter enclausurados cinco jovens de personalidades totalmente distintas, mas ao mesmo tempo tão parecidas, sempre mexeu comigo. Sempre fui fã de bons diálogos em filmes, e esse é daqueles que ao mesmo tempo que parece não estar te dizendo nada, ele está te dizendo tudo e mais um pouquinho. O mestre dos filmes oitentistas, John Hughes, fez de Clube dos cinco uma verdadeira história que retrata os dilemas de muitos jovens e que, por mais que os jovens de hoje tenham suas diferenças em relação aos daquela época, a subtrama se aplica totalmente ao que se passa hoje em dia. Esse é o tipo de filme que pais deveriam assistir para entender melhor seus filhos jovens. Sim, eu me empolgo para falar desse filme!
conta comigo
1. CONTA COMIGO (1986)
Foi muto difícil escolher qual filme eu colocaria em primeiro lugar. Clube dos cinco é um filme que eu amo demais, porém ele passou a fazer mais sentido pra mim quando já estava um pouco mais velho, pois passei a entender tudo que ele queria dizer em suas entrelinhas. E Conta comigo foi um filme que de cara me marcou, pois assim como Goonies, ele lidava com uma turma de garotos em uma grande aventura, só que nessa a coisa é bem mais real, os personagens são bem verdadeiros e a trama faz muito mais sentido. Acredito que uma das coisas que mais me marcou ao ver esse filme quando moleque era a frase que o narrador e protagonista da história fala no final: “Eu nunca tive amigos como quando eu tinha 12 anos”, quando eu era mais novo ficava me perguntando se eu sofreria desse mesmo mal, e não é que o cara estava certo. Esse é mais um dos filmes que carregarei comigo para a vida.
Vocês perceberam que falar de filmes dessa década maravilhosa é algo muito empolgante pra mim, né?
Eu simplesmente revejo todos esses dessa lista (e mais alguns) várias vezes no ano, e parece que cada vez que revejo consigo ter uma leitura diferente de cada um, percebo coisas que passaram despercebidas antes, ou metáforas que talvez eu não tinha me ligado, coisa e tal… o importante é que se vocês não chegaram a ver algum desses filmes, eu recomento fortemente que deem um jeito de resolver isso e assistam logo! Alguns deles podem, inclusive, ser encontrados na Netflix. Então, não tem desculpas!
Não vou me alongar demais no texto para sobrar tempo de vocês assistirem às recomendações. Até a próxima, galera!!!

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here