Já devem ter visto muitas críticas lhes avisando sobre Assassin’s Creed, mas aqui vamos deixar cinco motivos DEFINITIVOS para não ver esse filme mesmo com tanta propaganda a favor antes do lançamento.

Assine nossa lista de e-mails para ter novidades nerds de alta qualidade, imediatamente, assim que forem postadas

  • Mais uma adaptação de games que não deu certo nos cinemas

A expectativa era que 2016 seria o ano da ressurreição dos games no cinema. Warcraft e Assassin’s Creed vinham com propostas diferentes, trailers respeitosos, elencos de primeira e que deixaram os fãs animados, mas não foi isso que aconteceu. Warcraft já foi uma decepção sem tamanho e a esperança ficou em cima de Assassin’s Creed. Se mostrou um filme cheio de problemas e assim como a adaptação da Blizzard, prometeu mais do que cumpriu

Assassin's Creed

  • Ótimos atores mal aproveitados

Michael Fassbender é dos melhores atores de sua geração. basta vê-lo em filmes como Shame e 12 Anos de Escravidão. Marion Cotillard, vencedora do Oscar por Piaf em 2008, é uma grande “camaleoa” em Hollywood e se encaixa em qualquer papel. Jeremy Irons é um ator que dispensa comentários. Um filme com esse trio é sinônimo de qualidade, certo? Não foi bem isso que aconteceu aqui. Fassbender até se esforça como protagonista, mas Marion é relegada a apenas explicar a trama para Callum (e para o público) e Jeremy Irons se limita a fazer pose de vilão e nada acrescenta aqui. Total desperdício do seu ótimo elenco.

  • Mais presente do que passado

No game de Assassin’s Creed, o passado é muito mais atraente do que o presente, que é enfadonho e desinteressante. Só que os produtores insistiram em colocar mais tempo presente em tela com a tentativa de torná-lo mais fácil para o grande público e apresentar mais o seu grande astro. A decisão foi a mais equivocada possível

 

  • Ótima ideia, péssimo roteiro

O filme de Assassin’s Creed se passa no período da Inquisição Espanhola e um homem no presente tem a chance de reviver as memórias de seu ancestral. Ótima idéia, não? Pois é! Imagina isso nas mãos de um grande roteirista? Daria para brincar muito com viagens no tempo, com a idéia de você viver em uma outra época. Isso com a cabeça do século 21 e ainda deixando o seu público aprender sobre o período da Inquisição e das Caça às Bruxas. Mas o que vemos aqui é um roteiro expositivo, sem rumo e que sempre tem algum personagem explicando a todo o momento cada passo da trama. Perderam uma chance de ouro de fazer algo épico.

Assassin's Creed

  • 3D desnecessário

Ok, isso não é uma exclusividade de Assassin’s Creed. Há vários filmes que são lançados em 3D para justificar o alto valor do ingresso. No caso de Assassin’s Creed, a tecnologia escurece um filme que já é escuro, a profundidade inexiste. Nem mesmo as cenas de parkour ou o famoso “salto da fé” são bacanas no formato em três dimensões. Quem puder, veja em 2D!

Assassin's Creed

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here