Saudações, pequenos nerds revolucionários de plantão. Vocês conhecem o Trump? Se sim, meus pêsames. Se não, meus pêsames também. Só digo uma coisa: A coisa está preta, meus caros. Ou seja, ao que tudo indica, estamos indo penhasco abaixo (sociologicamente falando). Todavia, não fiquem tristes. Ainda há esperança, mesmo que mínima. A maior prova disso são as celebridades da cultura pop que ao longo da candidatura de Trump também manifestaram a sua desaprovação quanto a ascensão do novo líder. O que indica que além do amor pelo cinema, também temos o ódio em comum. Seria esse um privilégio? Fica aí o questionamento.

Assine nossa lista de e-mails para ter novidades nerds de alta qualidade, imediatamente, assim que forem postadas

George Martin.

Logo após a anunciação da conquista de Donald Trump, George resolveu publicar os seguintes versos em seu tão querido blog:

“Não existem palavras para descrever como estou me sentindo esta manhã. A América falou. Realmente achei que éramos melhores do que isso. Parece que não. Trump era o menos qualificado candidato a já ser indicado por um dos principais partidos à presidência. Chegando janeiro, ele será o pior presidente da história americana e uma perigosa e instável figura no cenário mundial”

E, claro, também aproveitou para fazer um trocadilho da hora utilizando uma de suas frases mais conhecidas pela mídia:

“O inverno está chegando. Eu avisei!”

Meryl Maravilhosa Streep.

Se você não acompanhou o Golden Globes, perdeu um dos momentos mais significativos do evento. Durante a premiação, a nossa queridíssima Meryl Streep fez um discurso de peso extremamente caprichado onde clamou por mais empatia, salientou a importância dos estrangeiros no mundo Hollywoodiano e deixou claro, mais uma vez, o seu parecer em relação a supremacia de Trump. Além do mais, como se não bastasse tanta astúcia, Meryl também já entrou na pele de Donald Trump ao lado de Christine Baranski – que se caracterizou de Hillary Clinton – no intuito satirizá-lo.

“Você vai me deixar saber, por que todas as mulheres dizem não?”, questiona o falso Trump. E a resposta da suposta Clinton é: “Apenas declame algumas falas de Otelo e elas pensarão que você é um grande partido”. Para quem não sabe, Othello é uma das obras de Shakespeare.

Confira um trechinho da genialidade:

É muito peito para uma mulher, minha gente!

Mark Hamill.

Bom, tudo começou quando o roteirista e comediante Matt Oswald resolveu dar pano para a manga retuitando um tuíte de Ano Novo assustador de Trump, e comentou dizendo que aquilo seria algo que o vilão mais querido dos quadrinhos do Bats supostamente diria. Diante de tais circunstâncias, para tacar mais lenha na fogueira, o irmão de Matt chegou a conclusão de que seria legal convidar Hamill para fazer a mágica acontecer. E não é que o negócio deu certo?

J.K. Rowling.


“Voldemort não era tão mau”.

 

Harrison Ford.

Sim, essa foi a reação de Harrison ao descobrir que Donald Trump era o seu fã incubado por admirar o modo como ele “defendeu a América em Força Aérea Um”.

“Donald, era um filme! Não é assim na vida real. Mas, como você iria saber?!”

Scarlett Johansson, Mark Ruffalo, e Robert Downey Jr.

E para fechar com chave de ouro, os Vingadores mais bem quistos do pedaço e mais uma porrada de outras celebs, resolveram participar de uma campanha do Save The Day com objetivo de direcionar os votos em apoio à candidata democrata, Hillary Clinton. Quem sabe assim o destino dos EUA não cairia em uma mão mais suave? Arrasaram!

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here