Pois é amigos, parece que fomos “dibrados“. Ontem, o jornal norte-americano The New Yorker publicou uma matéria afirmando que o criador e diretor das franquias Metal Gear Solid, havia deixado o seu escritório na Konami no último dia 9. O desenvolvedor está se desligando da empresa.

Assine nossa lista de e-mails para ter novidades nerds de alta qualidade, imediatamente, assim que forem postadas

Mas parece que não é bem isso que está acontecendo. A publisher divulgou uma resposta para a publicação japonesa Tokyo Sports dizendo que Kojima ainda está listado como empregado da Konami e que ele apenas saiu de férias, algo que é normal depois do lançamento de um grande jogo como o último Metal Gear Solid V: The Phantom Pain. A empresa também nega ter algum conhecimento sobre a festa de despedida de Kojima, citada pelo New Yorker na matéria.

Isso é um pouco estranho, já que está circulando uma suposta foto sobre a despedida do Kojima. A foto foi publicada por Simon Parkin, que é autor da matéria do New Yorker.

https://twitter.com/SimonParkin/status/656381596094828544/

Apesar de tudo isso, Kojima ainda mantém contrato com a Konami que vai até dezembro. Então ele realmente deve estar listado como empregado. Uma teoria para explicar a situação, seria que ele tirou férias para passar os últimos meses do contrato fora do escritório. Assim ele está listado, mas não está exercendo sua função. Podemos classificá-lo como empregado fantasma. Entenderam a analogia?

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here