A combinação game + filme sempre me pareceu muito suspeita, já que poucas vezes na história ela deu certo. Quer lembrar de alguns exemplos? Hitman, cujo game é incrível mas o filme deveria nem ter sido feito; o clássico Street Fighter, aquele noventista com o Raul Júlia e Jean-Claude Van Damme que, apesar de ter levado as referências ao pé da letra do game pro cinema, também não ficou lá essas coisas. E eis que agora a Nintendo resolveu se aventurar nesse triângulo das bermudas do entretenimento.

Assine nossa lista de e-mails para ter novidades nerds de alta qualidade, imediatamente, assim que forem postadas

Miyamoto, game designer chefe da Nintendo, disse em uma entevista para a Fortune o porquê da empresa nunca ter se aventurado pelas searas cinemísticas. Segundo ele, games e filmes são instrumentos de entretenimento diferentes. Enquanto games exigem uma interação ativa os filmes requerem interação passiva.

Eu sempre achei que o fato de os videogames serem uma mídia interativa, enquanto os filmes são uma mídia passiva, significaria que ambos são bem diferentes.

O fato é que agora Miyamoto percebeu a evolução do papel da Nintendo no ramo do entretenimento e disse que futuramente a empresa voltará seus olhos para o cinema, adaptando histórias de seus próprios personagens para as telonas. Seria bem legal ter um filme de qualquer uma das sagas de Zelda, ou do Mário mesmo. Mas a Nintendo não é de toda nova no ramo, já que lançou aquele filme live-action horroso do Mário nos anos 90 e parece estar elaborando uma série sobre Zelda, bancada pela Netflix. Mas nada ainda é certo.

Quem não gostaria de ver seus personagens favoritos no cinema? Qual personagem você gostaria de ver primeiro em IMAX? Diz aí pra gente nos comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here