Em primeiro lugar, quero deixar claro, antes que o mimimi comece, que eu também não sou exatamente fã da ideia de um PS4.5, mas vou falar aqui alguns pontos do porquê eu acho que ele faz sentido dentro do mercado e do porquê não acho que seja um tiro no pé da Sony.

Assine nossa lista de e-mails para ter novidades nerds de alta qualidade, imediatamente, assim que forem postadas

Pra quem não tem ideia do que eu to falando, aqui vai uma pequena explicação sobre o PS4.5. Há algumas semanas atrás, durante a GDC (Games Developers Conference), o site americano Kotaku reportou, com o apoio de várias fontes, que a Sony estaria trabalhando em uma versão do PS4 que seria capaz de rodar conteúdo em 4K e que teria um processamento gráfico melhor para aguentar os jogos do vindouro Playstation VR. Não quero entrar muito no mérito da especulação sobre as capacidades do console, pois existem muitas informações diferentes, mas para a continuidade do texto a gente entende que o PS4.5 é uma versão mais potente do PS4.

Nossa primeira reação quando pensamos sobre o assunto é negativa, afinal nunca tivemos nada igual nos consoles que são considerados principais. O que tivemos de mais parecido foi o caso do New Nintendo 3DS, que é basicamente um 3DS melhorado, e é exatamente para ele que olhamos quando queremos ter o exemplo do que não se pode fazer. Lançado esse ano, o jogo Hyrule Warriors Legends pode ser jogado nos dois, mas as diferenças nas performances são tantas que se parece até outro jogo. O site americano IGN fez duas análises diferentes por acharem que se tratava de duas versões que não rodavam da mesma forma. Esse caso é emblemático, pois ele materializa todos os medos que temos com essa nova versão do console.

Mas, pensando pelo lado da Sony, é um produto que faz um sentido tremendo. Agora no fim do ano teremos o lançamento do Playstation VR, e nada faz mais sentido que lançar uma versão do console que esteja mais preparada para rodar o aparelho sem maiores problemas. Pra fazer mais sentido, teremos o lançamento do Nintendo NX e é compreensível que a Sony queira colocar o seu console a par do que esta de mais moderno no mercado. Essa situação lembra muito a forma como o mercado de PC High-end funciona, pois ele evolui muito rapidamente. Se a Sony quer manter o PS4 por aí, por pelo menos mais uns 6 anos, essa evolução é extremamente importante. E também é válido lembrar que a Sony não vende somente vídeo games, um dos seus principais mercados é o de televisões, como ela vai empurrar todas essas TVs 4k se ela não tiver nenhum aparelho para rodar esse tipo de conteúdo? Para eles é uma tacada de mestre.

Pra variar quem se fode somos nós do Brasil, pois com certeza nos países principais (EUA, Japão, Europa) as lojas oferecerão programas de troca para o novo console. Só nos resta torcer para que a diferença não seja tanta, ou será melhor começarmos a contar as moedas para comprar o novo console. Por último, se você é manjador dos inglês, recomendo um vídeo de um dos ex-funcionários da Sony chamado Kyle Bosman, ele fez uma análise bem sóbria da situação.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here