Muita gente tem falado que a Capcom tem feito muito remastered, bom, aí vem mais um.

Assine nossa lista de e-mails para ter novidades nerds de alta qualidade, imediatamente, assim que forem postadas

Resident Evil Origins Collection é o novo pack da Capcom com a remasterização do primeiro jogo da saga, que foi mais tarde melhorado para a Game Cube e ainda a remasterização de Resident Evil Zero que nos conta o início da história da saga. A coleção estará disponível para PS4, Xbox One, PC e PS3. Aqueles que jogaram nos consoles mais antigos ficarão felizes em ver um remastered de um jogo que marcou gerações. Mesmo com aqueles gráficos precários (e talvez por isso dava tanto medo), foi uma saga incrível.

Falando do Origins agora, o que impressiona de imediato é a melhoria gráfica que existe nos dois jogos durante o gameplay. Durante as cutscenes não existe uma melhoria tão significativa, mas durante todo o jogo podemos ver que existiu um trabalho interessante nas luzes e sombras, o que fez o ambiente do jogo se tornar muito melhor. Outro aspeto interessante, mas que apresenta algumas falhas, é a transformação do jogo para um ecrã wide, com um corte na parte superior da vista que temos do ecrã normal o que nos leva a perder alguns detalhes do jogo.

Resident Evil Origins ainda apresenta alguns problemas com a localização da câmera em alguns momentos, mas nada que seja significativo. Um aspeto positivo é o fato da remasterização HD ajudar a percepção do fantástico design artístico que estes cenários apresentam e que encaixam muito bem no gênero do jogo.

Resident Evil

A  parte mais fraca dos dois Resident Evil é mesmo o trabalho de vozes. Sim, o problema continua. Olhe pelo lado bom, isso não é nenhuma surpresa. A banda sonora é boa, ajudando o ambiente, mas o trabalho de vozes falha, não ajuda no enredo que também não consegue estar ao nível da atmosfera survival que os jogos criam. O problema do enredo é não ter grande impacto. Limitamo-nos a sobreviver durante a maioria do tempo sem existir uma química entre jogador e personagens. Isso sim pode ser algo chato e chegar a ser um incômodo para os jogadores mais sensíveis.

A tudo isto alia-se um bom conjunto de puzzles e grandes momentos de survival. Aliás, aqui temos verdadeiros jogos de survival horror, com maior destaque  para o primeiro Resident Evil. Tal fato deve-se, em grande parte, à sensação de vulnerabilidade dada pelo fato de não termos muitas armas nem munições, e também de não podermos transportar muitos itens ao mesmo tempo. Tudo tem de ser ponderado e algo que deixamos para trás poderá fazer falta mais a frente. Sempre foi a essência dos jogos anteriores, daqueles de PS1, e isso foi algo que realmente me agradou.

Resident Evil l

Para terminar, o ponto que mais melhorou em Resident Evil com este novo pack: a jogabilidade. É um ponto que vale ressaltar, já que faz toda diferença. Dá para perceber que eles não deixaram isso de lado e deram uma atenção a mais nesse quesito, o que me deixa feliz.

Não sendo uma fantástica remasterização, a verdade é que o trabalho foi competente. Os fãs da saga não devem perder esta collection e ficar a espera da remasterização de outros Resident Evil.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here