A Insomniac Games apresenta sua novidade: Song of the Deep chega para explorar cenários exuberantes, desafiando os jogadores com quebra-cabeças e diversos desafios para alcançar as metas de suas missões.
A Insomniac juntamente com a Sterling Publishing, estão trabalhando em um livro para crianças que possui relação com o jogo.

Assine nossa lista de e-mails para ter novidades nerds de alta qualidade, imediatamente, assim que forem postadas

Um conto de fadas moderno, o game consegue envolver o usuário em uma narrativa bem elaborada em torno dos mistérios do fundo do mar e, com simplicidade, acaba passando uma mensagem de perseverança. Essa é a aventura de Marryn em busca de seu pai desaparecido, em um mundo descrito somente em histórias e em sua própria imaginação.

Song of the Deep l

O equipamento construído por Marryn originalmente é pouco sofisticado, possibilitando apenas a navegação e exploração do fundo mar, mas, a medida que o tempo passa, itens vão sendo encontrados e incorporados ao seu pequeno veículo.
Nesse momento começa a aventura: quando os jogadores podem usar uma garra para pegar objetos, um motor mais forte para velocidade e torpedos para enfrentar algumas ameaças submarinas. Além de auxiliarem em algumas lutas contra seres marinhos, esses complementos servem, principalmente, para vencer os quebra-cabeças, que abrem os caminhos para que Marryn alcance os objetivos das missões.

Song of the Deep lll

Assim, fica bem claro que o desafio do game é realmente a exploração do cenário, que colabora para a captação das moedas e dos tesouros, que podem ser trocados por melhorias nos equipamentos – como acontece em Ratchet & Clank, outro título da Insomniac.

Por ser de exploração, Song of The Deep é uma obra caprichada em seu visual, que mescla características do gênero “metroidvania”, com um side-scrolling e elementos de movimentação 3D que colaboram com a jogabilidade. Elementos mitológicos ornamentam os cenários desde o início do jogo, ganhando em complexidade com o passar das fases, quando é preciso sair do submarino para nadar em estreitos canais e passagens escondidas.

Seres misteriosos como sereias e cavalos marinhos ajudam, em alguns momentos, indicando o caminho a percorrer, que precisam ser repassados em busca de itens e para alcançar as metas propostas em novas missões. E é justamente a atenção que deve ser um dos pontos fortes dos jogadores de Song of the Deep. Uma aventura voltada para usuários que gostam de explorar cenários em busca de itens de melhorias e alternativas para resolução de quebra-cabeças.

O jogo não promete lutas ou chefes desafiadores, mas garante boas horas de concentração e estratégia, inovando ao oferecer uma experiência completa em um cenário pouco explorado no mundo dos games: o fundo do mar.

Song of the Deep ll

Resumidamente, é um jogo que não vai ser desafiador para ninguém, já que as missões e os monstros que terão de ser derrotados não apresentam um verdadeiro desafio. O jogo é atraente por causa da história, por ser simples, bonito e também apresenta uma boa trilha sonora. O único problema que eu encontrei nisso tudo, foi o preço. No Steam, o jogo está custando R$99,99. É, eu sei que é muito e meu conselho é aguardar alguma Summer Sale ou algo do gênero, porque não compensa gastar quase cem reais para adquiri-lo.

O jogo foi lançado dia 16 de julho desse ano e está disponível para PS4, PC e Xbox One.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here