2018 é uma data especial para o Superman, pois é o ano em que o herói completa 80 anos de seu lançamento nos quadrinhos e também 40 anos do lançamento de Superman – O Filme.

Assine nossa lista de e-mails para ter novidades nerds de alta qualidade, imediatamente, assim que forem postadas

Este clássico do cinema de super-heróis e do cinema como um todo é um dos filmes mais respeitados da história: se hoje os longas de super-heróis são uma indústria e estão nas maiores bilheterias mundiais, muito se deve ao filme do Superman.

Na época existiam as séries e animações, mas ninguém queria colocar e arriscar esse filme na tela grande, mas em 1975 aconteceu uma coisa chamada Tubarão, que deu origem ao que chamamos de blockbusters e em 1977 veio Star Wars. Já estava na hora de tirar o roteiro de Mario Puzo, o mesmo de O Poderoso Chefão, do papel.

Houve vários problemas na produção, o filme ficou mais caro do que ele deveria, sobretudo pelos caprichados Efeitos Especiais e o cachê de atores como Marlon Brando, que interpreta Jor-El e Gene Hackman, que faz o vilão Lex Luthor.

Tanto que para os papéis de Superman/Clark Kent e Lois Lane o estúdio colocou 2 desconhecidos. Christopher Reeve passou no teste contra cerca de 200 candidatos e Margot Kidder passou contra 100 candidatas. Eles se encaixaram como uma luva: a química entre Reeve e Kidder é incrível.

O resultado deu mais do que certo: Superman teve a maior bilheteria da década de 70, virou febre, moda, gerou produtos, foi ovacionado pela crítica e agora, mesmo tendo passados 40 anos do lançamento, é cultuado e amado até hoje.

Christopher Reeve é o Superman definitivo, por mais que os atores que vieram depois, como o atual o Henry Cavill, se esforcem, não dá para competir contra um ícone como o Reeve. Já Margot, faz uma Lois clássica também, vieram outras Lois tão boas quanto, como a própria Amy Adams, a Lois Lane atual e Teri Hatcher na série Lois e Clark. O cinema e a TV estão bem servidos da personagem.

As pessoas acreditavam que o homem realmente pudesse voar. Sem contar as cenas maravilhosas e clássicas deste filme, como o momento em que o Superman leva a Lois para dar um passeios em seus braços pelo céu, a cena em que o herói salva Lois da queda do helicóptero é impactante até hoje e, claro, o grande e engenhoso desfecho no qual o Superman muda a rotação da Terra, volta no tempo e consegue salvar a vida da Lois. São momentos para serem guardados para sempre.

O filme perdeu o Oscar na categoria de Trilha Sonora para a convencional composição de O Expresso da Meia-Noite, que também é um grande filme. Na trilha sonora do filme de Superman, John Williams simplesmente fez a música definitiva de super-heróis que transcende mesmo para quem não conhece o universo das HQs e do cinema.

Superman foi um filme caro para a época, custou 55 milhões e faturou 300 milhões, ganhou Oscar de melhores efeitos especiais, foi indicado a melhor trilha sonora, som e montagem. Também foi elogiado pela crítica, tem 94% de aprovação no Rotten Tomatoes, mas o que vale mesmo é o legado e importância para a história.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here