Foi ao ar no último domingo, dia 29, o episódio Start to Finish, que marca o final da primeira metade da sexta temporada de The Walking Dead, que por si só já funciona como uma mini-temporada. E que mini-temporada foi essa hein?  A seguir você confere minhas escolhas, zuadas by the way, para melhores e piores momentos dessa primeira mid-season.

Assine nossa lista de e-mails para ter novidades nerds de alta qualidade, imediatamente, assim que forem postadas

Ah, e é claro que haverão SPOILERS sobre a temporada, então desça a página por sua conta e risco, ok?

Carol sendo Carol.

carol1

Essa mulher continua sua escalada rumo a fodacidade com louvor. Piromaníaca por vocação, Carol também se mostrou mestra da camuflagem durante a invasão dos Wolves à Alexandria nos primeiros episódios. Com um modus operandi que daria orgulho ao Agente 47, Carol passa um vagabundo na faquinha, pega suas roupas e sai fazendo o limpa nos outros Wolves desavisados. Simplesmente inacreditável. E como se não bastasse, em suas horas vagas Carol ainda humilha na cozinha, fazendo cookies fantásticos para moleques inúteis. Praticamente uma Madre Tereza do apocalipse zumbi.

carol2 carol3 carol4 carol5 carol6 carol8

 

Enid e sua rebeldia enfadonha.

c1 c2

Ela perdeu toda a sua família para os zumbis, sabe se virar sozinha e não tem problemas em degustar animais selvagens in natura. Poderíamos considerar a jovem Enid como um protótipo de Daryl com tetas, se não fosse sua mania irritante de cair fora quando chegam os problemas. Essa característica só fica pior quando seu individualismo é confrontado por um personagem ainda mais chato: Glenn. Os dois ficam o caminho inteiro de volta para Alexandria competindo pra ver quem consegue fazer a audiência cair no sono primeiro. Acredito que a cena em que ela enche os balões com gás hélio se trata de um clara referência do roteirista ao ato de encher linguiça com a trama do episódio.

f1

f2

 

Eugene, Tara e Rosita: o trio do alívio cômico nessa mid-season.

Sempre discordarei de quem falar que o Eugene não serve pra nada. Diferentemente do padre Gabriel, ou de qualquer um dos filhos de nova namorada do Rick, o nerd topetudo tem o dom do nos fazer rir quase que a cada aparição. Seu vocabulário rebuscado e sua cara de “mamãe vem me limpar” são traços importantíssimos para gerar humor na poucas cenas em que The Walking Dead se permite. E isso só tende a melhorar quando você coloca ele ao lado de duas moças capazes como Rosita e Tara, destacando ainda mais a falta de jeito do garoto com a matança de zumbis.

eugene1

 

eugene2

 

E falando em Tara, faço uma menção honrosa ao seu ato de mandar Rick para aquele lugar depois que ele a questiona por arriscar a vida pra salvar um inútil de Alexandria. Troféu Bagos de Ouro pra você, guria!

b1 b2

A forma como “mataram” o Glenn

Personagens voltando dos mortos é algo ao qual estamos todos acostumado. É um recurso de narrativa que consegue dar uma alavancada na trama, desde de seja bem feito. Esse não foi o caso da suposta morte de Glenn.

tiro3 tiro4 tiro5 tiro6

Acredito que parte da culpa disso se deve à própria internet. Hoje em dia, é praticamente impossível guardar segredos de produção de algo tão gigante como The Walking Dead. Fotos de bastidores dos episódios futuros na temporada denunciaram a volta do sobrevivente, mas houve também falhas na forma como o resto da trama se desenvolveu em torno do mistério.

muro2 muro3

O episódio seguinte à suposta morte tenta colocar a personagem de Maggie através de todas as fazes de luto para, no final, voltar a ter fé na sobrevivência do marido. O fato dela se propor à sair da Alexandria, para depois mudar de idéia, foi um tanto quanto broxante. Quando o segredo é enfim revelado, ninguém está surpreso. Fica apenas a sensação de que fomos enrolados durante alguns episódios.

 

Negan é anunciado.

a3

a2

a1

Com um final de mid-season bem anti-climático, o que acabou salvando o último episódio foi a sua cena pós-créditos. Nela o grupo de Daryl é parado na estrada por um bando de motoqueiros bem armados que reivindicam todos os seus pertences. Eles anunciam que tudo agora pertence à Negan, o maior vilão de The Walking Dead desde o Governador. No entanto, o personagem só deve aparecer no final da próxima mid-season, que só vai estrear lá pra fevereiro do ano que vem.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here